quinta-feira, 30 de abril de 2009

2ª. BLOGAGEM COLETIVA EM DEFESA DA INFÂNCIA

Participarei orgulhosamente!

Fiquei honrada e feliz em ser chamada a fazer parte dessa importante ação.



Segunda blogagem coletiva

Recebi o convite para participar da segunda blogagem coletiva EM DEFESA DA INFÂNCIA não podemos mais ficar calados diante das atrocidades, abusos e violência com nossas crianças.
Vamos fazer parte desta rede.
Do dia 18 e 25 de maio, devemos postar materiais de alerta, auxílio aos pais informações que divulguem esta campanha e orientem as famílias como proteger seus filhos.
Peço por favor, que vocês copiem imagem, textos, link's, tudo o que vocês encontrarem sobre este tema, e publiquem no site, blog, perfil do orkut, onde vocês puderem.
Vamos fazer trabalho de formiguinha.
Esta é uma iniciativa do blog
Diga não à erotização infantil e da comunidade do orkut: Diga não á pedofilia
http://diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com/2009/04/20/segunda-blogagem-coletiva-em-defesa-da-infancia-2009/

O Blog Diga Não À Erotização Infantil convida todos os blogs e sites amigos da criança a participarem da segunda blogagem coletiva “Em Defesa da Infância”, dias 18 e 25 de maio de 2009.
Dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Foi instituído pela Lei 9.970. A idéia surgiu em 1998 quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. Organizado pelo CEDECA/BA, representante oficial da organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia, o evento reuniu entidades de todo o país.

Foi nesse encontro que surgiu a idéia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.Foi escolhido o 18 de maio em homenagem à menina Araceli. Seqüestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, desde o momento em que Araceli entrou no carro dos assassinos até o aparecimento de seu corpo, desfigurado pelo ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória. Poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.
Dia 25 de maio é o Dia Internacional Das Crianças Desaparecidas.
A data refere-se ao dia do rapto do menino americano Etan Patz, em 1979. Etan tinha seis anos e jamais foi encontrado. Em 1983, os EUA reconheceram a data. Na Europa a data foi introduzida pela ONG Child Focus, após o caso Marc Dutroux, belga que raptou, estuprou e matou seis meninas. No Brasil o símbolo maior da luta pelas crianças desaparecidas é Arlete Caramês, mãe de Gulherme, desaparecido desde 17 de junho de 1991.
COMO PARTICIPAR DA BLOGAGEM COLETIVA E DE NOSSO MOVIMENTO
No dia 18 de maio próximo poste em seu blog textos sobre exploração sexual, abuso sexual, pedofilia e perigos na internet para crianças. Não teremos um texto padrão. Você pode pesquisar em nosso blog ou sites de notícias e escolher o texto que mais lhe agradar para postar em seu site. O importante é repassar as informações, alertar, protestar! Informar às pessoas de como elas podem reconhecer que uma criança está sendo abusada, como e onde denunciar, alertar pais e crianças sobre os perigos da Internet, exigir o fim da impunidade e que todo crime contra crianças seja considerado hediondo.No dia 25 de maio, pedimos ajuda mais uma vez para divulgação de nosso Movimento Pela Criação do Alerta Amber no Brasil. O Alerta Amber é um alerta nacional de crianças desaparecidas dos EUA. Queremos que um alerta semelhante seja implementado em nosso país. Em cerca de 75% dos raptos, a criança é morta nas primeiras horas por seus seqüestradores e cerca de 10 a 15% das crianças desaparcidas podem jamais ser encontradas. A criação de um cadastro e alerta efetivo de crianças raptadas poderia mudar esse contexto, salvando vidas, quando a notícia do desaparecimento da criança fosse alardeada rapidamente, principalmente pelos meios de comunicação. Recentemente, o Deputado Alfredo Kaefer apresentou, na Câmara dos Deputados, projeto de lei para criação do alerta nacional. Queremos pressionar para que seja rapidamente aprovado e efetivado. Leia aqui mais sobre nosso Movimento e ajude a divulgá-lo.Para a semana de 25 de maio, convidamos a uma blogagem coletiva a respeito do drama das crianças desaparecidas e raptadas que também pode ser pesquisando em nosso blog clicando AQUI. Quem quiser também poderá divulgar a imagem de nosso Movimento ou nosso vídeo de divulgação, em seus blogs ou através do orkut.
Aos blogs que vão participar da Blogagem Coletiva, por favor deixem comentário com endereço de seu site na comunidade DIGA NÃO À EROTIZAÇÃO INFANTIL.
Muito obrigada à solidariedade de todos que ajudarem esse Movimento.
“A criança é o princípio sem fim. O fim da criança é o princípio do fim. Quando uma sociedade deixa matar as crianças é porque começou seu suicídio como sociedade. Quando não as ama é porque deixou de se reconhecer como humanidade.Afinal, a criança é o que fui em mim e em meus filhos enquanto eu e humanidade. Ela, como princípio, é a promessa de tudo. É minha obra livre de mim.Se não vejo na criança, uma criança, é porque alguém a violentou antes, e o que vejo é o que sobrou de tudo que lhe foi tirado. Diante dela, o mundo deveria parar para começar um novo encontro, porque a criança é o princípio sem fim e seu fim é o fim de todos nós.”Herbert de Sousa (BETINHO) -Sociólogo

4 comentários:

  1. Iniciativa mais do que inteligente! Não tem como ficar de fora...

    Shalom!

    ResponderExcluir
  2. Adorei teu blog, ele tem me ajudado muito. Maria Neide, Professôra do Mato Grosso do Sul.

    ResponderExcluir
  3. Eu estou muito amedrontada,pois acho que minha neta esta sendo molestada pelo meu companheiro mas gostaria de pegar, de verdade ,pois por enquanto é só algumas coisas que me deixam em arleta desde que ela vem frequentando minha casa que ela se toca, e a mesma tem umas atitudes esquesitas com ele, esntão quando levei ela ao pediatra falei o que estava contesendo , onde ela me orientou de ficar em arleta, desde já estou mas estou com muito medo, não sei como fazer e o que fazer ? não sei se eu fale ao proprio que estou de olho, ou cale para ver algo? meu Deus o que fazer? ...

    ResponderExcluir
  4. VIVER EM LUZ, li seu comentário, postei mas vou apagá-lo. Passe-me seu email para facilitar nossa comunicação.
    Qual a idade de sua neta? Seu companheiro é avô dela ou não?
    Eu não sou a pessoa mais indicada para lhe dar um conselho, porque tenho tanto ódio disso, que se eu pegasse acontecendo, acho que mataria o desgraçado ou pelo menos arrancaria fora o seu "precioso pedaço". Mas com a cabeça no lugar, te digo para não perguntar nada a ele porque senão ele é quem ficrá de alerta. Converse com sua neta, sonde-a... Tudo depende da idade dela pois não sei. E se achar que é verdade, prepare uma emboscada, instale uma câmera, se não puder, invente algo, saia de casa e peça para ele tomar conta dela, e volte sem fazer barulho com alguém de sua confiança. Meu Deus eu arrombaria até a porta ou quebraria uma janela para entrar em casa e saber a verdade... E coisas desse tipo deixam sinais.Você também pode levá-la a uma ginecologista para dar uma olhada, as vezes um exame clínico superficial pode dizer muita coisa. O importante é você não se omitir, não ter pena do safado e não perdoá-lo se for verdade... Daniela Oliveira

    ResponderExcluir