sábado, 8 de dezembro de 2012

A BAILARINA

Que canção vou dedicar
à fantástica menina
que está sempre a dançar
num sonho de bailarina?

Um DÓ, RÉ, MI, agradaria?
Um FÁ, SOL, LÁ, pode ser?
Um SI, LÁ, SOL de harmonia
que encantos pode trazer?

Mas por mais que se invente
uma canção para ela,
em seus passos de repente,
vem outra canção mais bela.

(Auri Antônio Sudati)

Este poema retirado do livro "Versos Meninos, Rimas Meninas" de Auri Antônio Sudati pode ser aproveitado nas aulas de ARTE, explorando tanto a área musical, dança e artes visuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário