sábado, 7 de abril de 2012

POESIA

      A poesia que segue foi retirada da Revista Ciência Hoje das Crianças - Ano 22 /  Nº 206. A partir dela pode-se fazer algumas explorações relacionadas à formação de palavras (troca de letras), encontros consonantais, e rima.
      Em turmas de alfabetização, pode-se utilizar o alfabeto móvel para construir os nomes dos animais que aparecem na poesia.
      Também, utilizando alfabeto móvel e figuras com ilustrações (rato, pato, teto, gato, rio, gato, prato), realizar uma leitura dinâmica e dramatização da poesia.
      Montar com material reciclável ou dobraduras os personagens da poesia (rato, gato e pato).
      Listar outras palavras iniciadas com G, P e R.
      Listar palavras que rimem com rato, gato e pato.
      Deixe-se levar e crie atividades bem significativas a partir de outras poesias.


NO TERCEIRO ATO

Bartolomeu Campos de Queirós



O rato vê o pato no teto
e vê o gato no rio.

Leva um susto
cai o R.

O gato 
come o R do rato
e vira grato.

O pato 
come o R do rato
e vira prato.

O rato
sem R vira ato.

O pato prato vê o rato sem R
leva um susto,
cai o P
e vira rato.

O gato grato vê o rato sem R,
leva um susto,
cai o G
e vira rato.






Nenhum comentário:

Postar um comentário